Especialistas
Saiba quem são os nossos especialistas em reprodução humana assistida

Cristiano Busso

O Dr. Cristiano Busso especializou-se em reprodução humana no Instituto Valenciano de Infertilidade, Espanha, onde trabalhou na equipe de medicina reprodutiva durante 3 anos;
Foi médico visitante da clínica de reprodução humana do Women and Infants Hospital, na Brown University, EUA.
É doutor pelo Departamento de Ginecologia da Universidade de Valencia, Espanha;
É diretor da Mater – Medicina Reprodutiva em São José dos Campos.
É médico assistente da Clínica de Reprodução Assistida da Santa Casa de São Paulo e professor do curso de Pós Graduação em Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida da mesma instituição.
Durante o ano de 2015 participou da implementação do primeiro centro de reprodução assistida em Angola, na África.
Atende em São Paulo, São José dos Campos e Marília.

Endereço: Rua Cincinato Braga, 37
Conjunto 92
Bela Vista
São Paulo
CEP: 01333-011

Telefone: (11) 984835843

E-mail: c.busso@clinicamater.com.br

Site: http://www.clinicamater.com.br

Facebook

Congelamento de Óvulos

O congelamento de óvulos é uma opção para mulheres que não planejam ter filhos antes dos 35 anos. São jovens que desejam se dedicar à carreira, por exemplo, e que poderão ser mães aos 40, 50 anos, com seus próprios óvulos congelados.

Nos países desenvolvidos essa prática é bastante comum. Por ser um procedimento de alto custo, empresas como o Facebook e a Apple assumiram o compromisso de custear o processo de congelamento e manutenção de óvulos para que as trabalhadoras continuem desempenhando suas funções durante sua fase mais ativa.

Muitas mulheres se tornam mães mais cedo do que gostariam por medo de não poderem ser mais tarde. Essa é uma alternativa para essa situação, pois após ter sua vida mais estabelecida, com sua formação finalizada, ela poderá escolher o seu melhor momento e não ficar restrita ao momento em que a natureza determina.

Essa é uma solução importante também para a preservação da fertilidade em mulheres com câncer, que irão passar por um processo de radio ou quimioterapia. Como esses tratamentos destroem folículos dos ovários, que dão origem aos óvulos, pacientes jovens se beneficiam muito com o congelamento de óvulos, já que muitas neoplasias em adultos jovens hoje possuem 95% de chance de cura. No passado, a preocupação maior era com a cura destas paciente, sem a preocupação sobre sua fertilidade futura.